fca Ferrovia Centro-Atlântica

Pessoas

Profissões na FCA

Conheça mais sobre as profissões dentro da FCA, que são imprescindíveis para o seu negócio e saiba como se preparar para exercê-las.

Engenheiro ferroviário 

O engenheiro ferroviário atua nas áreas de Operação, Manutenção e Via Permanente. Pode trabalhar com o planejamento das linhas férreas, operação da ferrovia, construção de pontes e fiscalização de obras, manutenção dos trens, do material rodante e das vias, e em auditorias de qualidade, dentre outras atividades.

Onde se capacitar para exercer a profissão?

Trata-se de um cargo para o qual ainda não existe formação disponível no mercado. Por isso, os profissionais recrutados pela FCA para assumir essa posição passam por programa de formação, obtendo, assim, conhecimento específico sobre a operação de ferrovias.

Quem pode participar do Programa de formação?

Para participar é preciso ter formação superior em Engenharia de Produção, Mecânica, Elétrica, Eletrônica, Civil, Metalúrgica, Materiais, Eletroeletrônica, Controle e Automação ou Mecatrônica.

Analista de meio ambiente 

O profissional da área de Meio Ambiente desenvolve e aplica tecnologias para minimizar os efeitos da atividade produtiva no meio ambiente. Sua principal função é preservar a qualidade da água, do ar e do solo. Para isso, o analista de Meio Ambiente:

  • Realiza estudos de impacto ambiental, propondo soluções que visam ao aproveitamento racional dos recursos naturais.
  • Elabora e executa planos, programas e projetos de gerenciamento de recursos hídricos, saneamento básico, tratamento de resíduos e recuperação de áreas contaminadas ou degradadas.
  • Estuda fontes de energia e avalia o potencial energético de uma região.
  • Pode atuar em licenciamento ambiental, gestão de resíduos, de recursos híbridos, atendimento às condicionantes emergenciais e em projetos de gestão ambiental.

Algumas das possíveis formações para um profissional que deseja trabalhar na área de Meio Ambiente da FCA são: Engenharia Ambiental, Agrícola, de Agrimensura, Floresta, Química, de Minas ou Agrônoma; Biologia, Geologia, Química e Veterinária.

Operador de ferrovia 

Um operador ferroviário é parte responsável pela ferrovia da maior empresa de logística do Brasil. Além de ser encarregado das manobras dos trens em pátios e terminais, ele deve examinar os veículos, organizar os estacionamentos e recombinar vagões e locomotivas, de acordo com as necessidades dos clientes. Ser operador de Ferrovia é o primeiro passo na carreira dos profissionais que desejam se tornar maquinistas. Para exercer a profissão é preciso ter segundo grau completo. A formação específica é realizada no programa de Formação Profissional oferecido pela FCA.

Maquinista 

O maquinista conduz unidades de tração de comboios de passageiros e mercadorias, tendo em vista o transporte entre estações, apeadeiros e terminais ou a execução de manobras em parques de material, garantindo a qualidade e a segurança do serviço. Trata-se de um profissional que desempenha papel essencial para a operação ferroviária e é extremamente valorizado na FCA.

Faz parte das atividades rotineiras de um maquinista

  • analisar a folha de marcha;
  • preparar, inspecionar, testar e conduzir as unidades motoras de tração;
  • acompanhar os diferentes instrumentos do painel de comando (amperímetro, manómetro, sinais luminosos, etc.);
  • transmitir e receber informações dos centros de controle de tráfego sobre a circulação dos comboios e o comportamento do material;
  • exercer as funções de “chefe de comboio”;
  • controlar o estado de conservação do material circulante na origem e no fim dos percursos;
  • preencher, em trânsito, documentação própria relativa à circulação de carga do comboio que conduz.

Além disso, o maquinista elabora relatórios em caso de incidentes e anomalias e, ao final de sua jornada, dá suporte à chefia em tarefas administrativas nos centros de apoio à produção do transporte ferroviário. Maquinistas experientes normalmente participam também da formação de outros colegas, em sala de aula ou no próprio posto de trabalho.

Para exercer a profissão é preciso ter segundo grau completo e passar por treinamento oferecido pela FCA.

Técnico de via permanente 

O técnico de Via Permanente é responsável por construir, renovar, remodelar e conservar as vias férreas, assegurando que elas estejam em perfeito estado. Atuando nas estruturas ao longo da ferrovia, ele fiscaliza aspectos técnicos de execução de obras na via permanente e realiza atividades de prevenção e manutenção.

Trata-se de um trabalho abrangente e diverso, que envolve tecnologia de ponta e inovação. Para exercer a profissão, é preciso ter segundo grau técnico em Estradas.

TRABALHE NA FCA

Cadastre seu curriculo